Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

ame arquitetura | July 22, 2019

Scroll to top

Top

One Comment

Last Seen: Bobby Dekeyser e Dedon

Last Seen: Bobby Dekeyser e Dedon
amearquitetura

Hellowww gente!! Ontem meu dia foi super cheio, vim do Rio para São Paulo para acompanhar o Prêmio Visionaire da Orlean no Casa Cor (vou fazer um post sobre em breve, com direito a mais um pouco dos ambientes do Casa Cor São Paulo 2014), e as meninas da Mariana Amaral Comunicação me chamaram para ir a palestra de Bobby Dekeyser, idealizador e CEO da Dedon. Claro, quis ir na hora, adoro os móveis da Dedon, principalmente a Nefrest, que é parte da minha wish list há séculos! Mas não tinha idéia da história do cara que fundou essa marca, e então pude perceber o porque do sucesso que a Dedon faz no mundo todo.

Robert (Bobby) Dekeyser é o CEO e inventor da fibra Dedon. A palestra conta a sua história, que também está relatada no livro Not For Sale.

Robert (Bobby) Dekeyser é o CEO e inventor da fibra Dedon. A palestra conta a sua história, que também está relatada no livro Not For Sale.

Bobby lançou em 2012 o livro “Not for sale”, onde conta sobre sua trajetória de vida, e o surgimento da Dedon e a palestra que ele vem fazendo em todo o mundo é um resumo do livro. Para começar, Bobby é um cara super gentil, carismático e sensível que mostra para quem o assiste que apesar dos percalços que a vida nos proporciona, sempre é possível seguir em frente, principalmente se pudermos entender a melhor maneira de fazer isso. Ter a sensibilidade de conseguir se ouvir e ir atrás do que te faz feliz, independente da opinião dos outros. Fiquei comovida pela palestra dele porque, quem me conhece sabe, sou exatamente desse jeito. E, me espelhando no Bobby, espero e acredito que é este o caminho para vivenciar experiências maravilhosas ao longo da vida.

O livro, que foi recorde de vendas na Alemanha e agora traduzido para o inglês. Obrigada a Mariana Amaral pelo exemplar, e ao Bobby pela dedicatória linda!

O livro, que foi recorde de vendas na Alemanha e agora traduzido para o inglês. Obrigada a Mariana Amaral pelo exemplar, e ao Bobby pela dedicatória linda!

A história de Bobby é muito inspiradora porque ele passou por vários momentos difíceis, desde a separação dos pais na infância a morte prematura de sua esposa durante mais de 20 anos, e a quem ele dedica o primeiro capítulo do livro, Ann-Kathrin. E ainda assim, é uma pessoa viva, alegre intensa!

Arquivo pessoal de Bobby Dekeyser, infância, jogando bola, depois do acidente no jogo e a fabrica em Hamburgo.

Arquivo pessoal de Bobby Dekeyser, infância, jogando bola, depois do acidente no jogo e a fabrica em uma fazenda de Hamburgo.

Para começar, Bobby tem 49 anos e nasceu na Bélgica, mas viveu entre Belgica, Alemanha e Austria enquanto garoto. Como não conseguia ficar quieto se inscreveu em um time de futebol, para ganhar maior disciplina e foco. Com 14 anos, conheceu Pelé (Brasilllll!!!), de quem era grande fã… Conversaram e Pelé disse a ele: “apenas siga os seus sonhos”, isso mudou a maneira de Bobby encarar as coisas, e ele passou, realmente, a ir atrás do que o interessava, o que o deixava feliz. E então, após trocar de escola inúmeras vezes, decidiu se tornar jogador profissional, crescendo como goleiro, até chegar ao FC Bayern de Munich. Maaaas, em 1990, Bobby sofreu um acidente durante um jogo e teve que passar várias semanas no hospital, acabando por ser substituído como goleiro.

Bobby e a família, que o acompanhou as Filipinas no inicio da Dedon. O filho dele, Yannik, o acompanhou nesta viagem ao Brasil (São Paulo, Bahia e Rio). Conversamos no cocktail de inauguração da exposição da Dedon no MUBA, e deu para ver que é um relacionamento super carinhoso.

Bobby e a família, que o acompanhou as Filipinas no inicio da Dedon. O filho dele, Yannik, o acompanhou nesta viagem ao Brasil (São Paulo, Bahia e Rio). Conversamos no cocktail de inauguração da exposição da Dedon no MUBA, e deu para ver que é um relacionamento super carinhoso de pai para filho.

Ainda no hospital, surgiu a idéia de produzir móveis para áreas externas, que tivessem durabilidade, porque até então, seus móveis duravam no máximo uns 2 anos, e então passou a pesquisar um material que pudesse resistir quando exposto ao ar livre e assim ele conseguiu, depois de testes e pesquisas, criar a fibra sintética. Para patentear a fibra, le usou as primeiras sílabas do nome dele (Dekeyser) e do cunhado, Donpai criando o nome dedon. Em 1991, Bobby foi a Cologne, na Alemanha para a feira do móvel e conheceu um filipino que trançava o rattan (material natural) para fazer móveis. Dekeyser adorou o resultado e se mudou com toda a família para as Filipinas por 6 meses, e desenvolveu alguns móveis. De volta a Alemanha, abriu em Hamburgo seu pequeno negócio familiar, que cresceu devagar, até que no ano 2000, Bobby passou a usar novos materiais (entre eles alumínio), criando maiores possibilidades de design e, além de tudo, passou a investir em campanhas publicitárias que motivavam o way of life ao ar livre. Com essa mudança, a fábrica nas Filipinas que empregava sete pessoas passou para 3.600 pessoas e o lucro Dedon cresceu 1.300 porcentos do que faturava nos anos anteriores.

Bobby na sua fábrica nas Filipinas, onde existe um relacionamento de integração entre os funcionários, e onde todos trabalham e se divertem juntos. A fábrica tem um laboratório onde experimentam transformar desejos de como as pessoas gostariam de viver, produzindo coleções baseadas nas emoções e vontades do ser humano.

Bobby na sua fábrica nas Filipinas, onde existe um relacionamento de integração entre os funcionários, e onde todos trabalham e se divertem juntos. A fábrica tem um laboratório onde experimentam transformar desejos de como as pessoas gostariam de viver, produzindo coleções baseadas nas emoções e vontades do ser humano.

Com todo este crescimento, Bobby contratou uma equipe financeira para comandar a Dedon, em 2004. Porém, em 2006 ele percebeu que os princípios que fundaram a marca não estavam mais sendo a diretriz do negócio e decidiu retornar ao comando, criando um método de trabalho baseado em uma atmosfera de criatividade, humanidade e alegria. Em 2007 vendeu parte da empresa e montou a fundação Dekeyer & Friends Foundation, que promove projetos de integração entre jovens e pessoas experientes por todo o mundo, incentivando a troca de experiências e idéias inovadoras.

Em 2008, com a crise mundial, Bobby se sentiu ameaçado e passou a pensar como a Dedon sobreviveria em um momento de recisão, onde a última necessidade que se pode ter é comprar móveis, ainda mais para áreas externas. Sendo assim, Bobby se inspirou no esporte, no próprio futebol, já que uma das maneiras de proteger seu time é atacar ao invés de recuar. E o pensamento se tornou voltado a promover a esperança para o mundo, tão necessária nos tempos de crise (me lembra o Walt Disney, quando continuou a produzir, mesmo durante a 2a Guerra Mundial), uma “bolha” de esperança. Para isso convidou designers renomeados, como Philippe Starck, Jean Marie Massaud, Daniel Pouzet, Fredy Frety, Frank Ligthart…) para produzir coleções que aflorassem um sentimento de esperança e continuidade, mostrando que se fizermos o que realmente gostamos, podemos superar qualquer adversidade e seguir nosso caminho para a plenitude e felicidade.

Coleções com cenas felizes, de pessoas aproveitando a vida.

Coleções com cenas felizes, de pessoas aproveitando a vida, muito mais feliz com uma Nefrest (sou apaixonada por ela!)

 

DEDON_BruceWeber_coming-home-yatzer_6

Coming Home Yatzer por Bruce Weber

 

Swingrest linda entre as árvores... Vida na floresta!

Swingrest linda entre as árvores… Vida na floresta!

 

Campanha de 2012

Campanha de 2012

Passaram então a fazer estas coleções com life style diferenciado e interessante, que provocam o desejo das pessoas de serem livres para fazer o que quiserem. Para fotografar estas campanhas, fazem vários tours pelo mundo todo, com uma equipe de 40 pessoas (e isso há alguns anos), onde os móveis são apenas uma parte do que a foto em si representa.

Tour de Monde

Tour du Monde

 

 

 

Em uma destas excursões, Bobby conheceu uma ilha que lhe provocou o sentimento de instalar ali um resort. Mas não um resort como os outros, que as pessoas são direcionadas para fazerem atividades, ou com possibilidade de pagar mais por algum serviço. Dekeyser queria que a pessoa que se hospedasse na Dedon Island – Ilha Dedon se sentisse parte da ilha, uma experiência inexistente no mundo. Não existe recepção, e não há a possibilidade de up grades ou necessidade de usar dinheiro na ilha. Tudo é incluso no preço fechado, neste paraíso particular. É um resort orgânico, direto, livre…

Dedon Island (ilha Dedon) nas Filipinas

Dedon Island (ilha Dedon) nas Filipinas, aberta em 2012

 

Detalhes do resort

Detalhes do resort

 

O cara realmente curte a vida!

O cara realmente curte a vida!

 

 

Agora, além de todos estes projetos, Bobby ministra palestras, como a de ontem que teve a parceria da Colletania, loja que revende Dedon em São Paulo e que abre em agosto sua loja no Rio.

Poltrona e Banco Dala, Designer Stephen Burks, estrutura em alumínio, revestido com a fibra dedon. Lindas

Poltrona e Banco Dala, Designer Stephen Burks, estrutura em alumínio, revestido com a fibra dedon. Lindas

Dica: Após a palestra, foi inaugurada no MUBA (Museu de Belas Artes, na Vila Mariana em São Paulo), uma exposição com os móveis desenhados pelos designers convidados da Dedon, e intervenção dos alunos para a exposição. Ficou super bonito e descontraído, mostrando também a trajetória da marca. Vale a visita.

Montagem feita pelos alunos da Belas Artes

Montagem feita pelos alunos da Belas Artes

 

Design - Tour de Monde em exposição no MUBA

Design – Tour du Monde pour Dedon em exposição no MUBA

 

Poltrona Fedro pela Designer Lorenza Bozzoli

Poltrona Fedro pela Designer Lorenza Bozzoli

 

Fibras Dedon expostas

Fibras Dedon expostas

 

Espreguiçadeiras Leaf por Frank Ligthart

Espreguiçadeiras Leaf por Frank Ligthart

 

Cadeiras Play de Philippe Starck

Cadeiras Play de Philippe Starck

 

Mini Nefrest de Daniel Pouzet e Fred Frety (minha preferida!!!)

Mini Nefrest de Daniel Pouzet e Fred Frety (minha preferida!!!)

E, para finalizar, me identifico ao máximo com esta maneira de viver a vida em busca do que te faz bem, de seguir os nossos sonhos, de identificar o que nos proporciona prazer e novas experiências. Nenhuma pedra no caminho está lá em vão, acredito que todas as coisas tem um motivo para acontecer e o pensamento e energias positivos fazem com que nossos objetivos sejam alcançados. Por isso eu amo arquitetura!!! Ame você também 😉 .

foto 1

Por Aline Araujo

 

Comments

  1. Me identifiquei bastante com a proposta do site, achei muito interessante e útil onde posso encontrar respostas para minhas dúvidas em vários seguimentos, Parabéns
    Maria Araujo

Submit a Comment

Or