Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

ame arquitetura | July 24, 2019

Scroll to top

Top

No Comments

Como usar pallets na decoração de escritórios

Como usar pallets na decoração de escritórios
amearquitetura

Quando você pensa em decorar seu escritório ou casa, existem dois grandes empecilhos: Primeiro, o alto custo de uma reforma e, segundo, nos casos de escritórios, geralmente se trata de um imóvel alugado, que necessita da aprovação do locatário para modificações. Como fazer para ter um local de trabalho que vá impressionar seus clientes, deixar seus funcionários bem instalados e, ao mesmo tempo, ser com baixo custo de investimento? Com uma super dose de imaginação, pesquisa e conhecimento de materiais, é possível!!

A agência de publicidade holandesa, Brand Base, propôs ao escritório de arquitetura Most Architecture o desenvolvimento de um escritório temporário, em Amsterdan, com baixo custo de investimento para a reforma. Após pesquisas, visitas e experimentos, a Most decidiu, então, usar pallets de transportes para dar forma e vida aos ambientes, tanto para a funcionalidade do projeto quanto para o conceito que uma agência de publicidade precisa: inovação. Foram usados 270 pallets em todo o projeto. A edificação, uma casa tipicamente holandesa, a beira do canal, tem 27 metros da entrada até a base da escada. No segundo andar, uma clarabóia piramidal garante iluminação natural.

Fachada

A entrada da agência de publicidade e todo o interior da casa de dois andares foi pintado de branco, para homogenizar o ambiente. Pendentes na cor preta, direcionam a iluminação para o teto, também branco, que acaba refletindo a luz para baixo.

 

As estações de trabalho foram feitas com o empilhamento dos pallets, formando duas fileiras de mesas contínuas. Nas extremidades, foram escalonando níveis de alturas para suporte de pastas ou mesmo para a interação dos funcionários, fazendo as vezes de bancos.

As estações de trabalho foram feitas com o empilhamento dos pallets, formando duas fileiras de mesas contínuas. Nas extremidades, foram escalonando níveis de alturas para suporte de pastas ou mesmo para a interação dos funcionários, fazendo as vezes de bancos.

 

 

Toda a escada foi feita pelo empilhamento dos pallets, deixando as alturas idênticas entre os degraus, embora, já no segundo piso, tenha sido necessário subir mais a escada para "vencer" o pé direito do térreo. O corrimão em madeira pintada de preto se destacou no ambiente.

Toda a escada foi feita pelo empilhamento dos pallets, deixando as alturas idênticas entre os degraus, embora, já no segundo piso, tenha sido necessário subir mais a escada para “vencer” o pé direito do térreo. O corrimão em madeira pintada de preto se destacou no ambiente.

 

 

Na foto pode-se ver a estrutura da escada, a mesa de interação e as luminarias penduradas, formando arcos com os fios. Os arquitetos, sócios da Most Architecture, Paul Geurtz e Saxon-Lear Duckworth tem como característica a arquitetura contempoânea. Fazem uma clara análise do que é pedido em seus projetos, o que fez com que eles se tornassem conhecidos por vencer desafios através de suas soluções criativas.

Na foto pode-se ver a estrutura da escada, a mesa de interação e as luminarias penduradas, formando arcos com os fios. Os arquitetos, sócios da Most Architecture, Paul Geurtz e Saxon-Lear Duckworth tem como característica a arquitetura contempoânea. Fazem uma clara análise do que é pedido em seus projetos, o que fez com que eles se tornassem conhecidos por vencer desafios através de suas soluções criativas.

 

 

 

Atrás da escada, uma grande mesa porporciona o encontro dos funcionários e pode servir como mesa de reunião para grupos grandes.

Atrás da escada, uma grande mesa para uso dos funcionários. A área de convivência tem acesso ao jardim e serve como apoio para a hora do cafezinho.

 

 

Nesta foto é possível perceber que a escada subiu um pouco mais no piso do 2o andar, dando início as bancadas de trabalho dos sócios. O corrimão mais uma vez se destaca, ganhando também o contorno do guarda corpo.

Nesta foto é possível perceber que a escada subiu um pouco mais no piso do 2o andar, dando início as bancadas de trabalho dos sócios. O corrimão mais uma vez se destaca, ganhando também o contorno do guarda corpo.

 

 

 

 

No teto, uma enorme clarabóia ilumina o escritório. O mesmo conceito para o empilhamento dos pallets nas estações de trabalho foi aplicado. Para aproveitar melhor a iluminação natural, o mezanino foi fechado com esquadrias de vidro.

No teto, uma enorme clarabóia ilumina o escritório. O mesmo conceito para o empilhamento dos pallets nas estações de trabalho foi aplicado. Para aproveitar melhor a iluminação natural, o mezanino foi fechado com esquadrias de vidro.

 

 

A sala de reunião ficou chic e descontraída com o extenso banco em pallets, com estofados em preto. Para completar cadeiras em inox e couro preto dão maior sofisticação ao ambiente sustentável. A luminária de braço é útil e contemporânea.

A sala de reunião ficou chic e descontraída com o extenso banco em pallets, com estofados em preto. Para completar cadeiras em inox e couro preto dão maior sofisticação ao ambiente sustentável. A luminária de braço é útil e contemporânea, e pode acompanhar a mesa com pés de rodinhas.

 

esquitorio de arquitetura: Most Architecture
cliente:  BrandBase
localização: Brouwersgracht 246, Amsterdam
projeto: Maio 2010
entrega: Julho 2010
numero de pallets: 270 partes
área: 245 m2

fotos: Rogier Jaarsma

Amei!

 

 

 

 

 

 

 

Submit a Comment

Or