Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

ame arquitetura | February 17, 2020

Scroll to top

Top

No Comments

Shigeru Ban e workshops no verão europeu!!

Shigeru Ban e workshops no verão europeu!!
amearquitetura

Fiquei de olho no arquiteto japones Shigeru Ban depois de ele ter ganho o premio Pritzker!!! E, pesquisando, vi que fez em conjunto com 24 estudantes internacionais, durante um workshop de verão na região central da França, em um lugar chamado Domaine de Boisbuchet, um edifício com estrutura de papel reciclado!!!! Foi o primeiro edifício permanente dele na Europa.

Achei o máximo, tanto  obra em si, como a oportunidade que esses 24 estudantes tiveram de poder conviver e aprender na prática com um dos maiores arquitetos da atualidade. A obra está no centro de um campo frutífero, com um entorno preenchido pela natureza. A grande sacada de Shigeru Ban foi a utilização de rolos de papelão reciclado como estrutura, fechada com esquadrias de alumínio e vidro, que permite que seja utilizado durante o ano todo. De longe, a estrutura parece feita com bambu, mas é papel mesmo!!! Uma sacada de mestre!

A estrutura permanente usa uma lona translúcida, que mergulha o interior em luz natural, e esta lona foi embrulhada com folhas de fibra de vidro ondulado para ganhar maior volume e rigidez. Desde sua criação, em 2001, o pavilhão é usado para conferencias, instalações temporárias, oficinas de verão… Super legal e atrativo!!

 

Shigeru Ban na época do projeto, com a maquete da estrutura em papelão.

Shigeru Ban na época do projeto, com a maquete da estrutura em papelão, em 2001.

 

O início da construção no descampado. 24 estudantes internacionais projetaram e construíram junto a Ban todo o projeto.

O início da construção no descampado. 24 estudantes internacionais projetaram e construíram junto a Ban todo o projeto.

 

Detalhe dos tubos de papelão encaixados, formando um grid (esses espaços vazados que parecem quadradinhos) para a entrada da lona revestida com fibras de vidro.

Detalhe dos tubos de papelão encaixados, formando um grid (esses espaços vazados que parecem quadradinhos) para a entrada da lona revestida com fibras de vidro.

 

A estrutura pronta, com os grids já preenchidos e cabos para acomodar e dar apoio a estrutura.

A estrutura pronta, com os grids já preenchidos e cabos para acomodar e dar apoio a estrutura.

 

O efeito é impressionante, o custo baixo, fácil de fazer e muito, muito sustentável (tanto como estrutura, quanto como aliado a natureza).

O efeito é impressionante, o custo baixo, fácil de fazer e muito, muito sustentável (tanto como estrutura, quanto como aliado a natureza).

 

Todo o entorno da construção acaba fazendo parte do projeto, de dentro o habitante se sente parte da natureza, e por fora é um elemento que se destaca sem agredir.

Todo o entorno da construção acaba fazendo parte do projeto, de dentro o habitante se sente parte da natureza, e por fora é um elemento que se destaca sem agredir.

Então… sabendo sobre este lugar que transborda criatividade, dei uma olhada no site deles!!! A programação deste ano está inteira lá, e alem dos workshops, eles tem várias exposições interessantes com designers e artistas mais interessantes ainda!!! Quero conhecer para ontem!!!

Um pouco de Boisbuchet: O Chateau Domaine de Boisbuchet foi construído sobre uma colina com vista para o rio Vienne. Esta mansão do século 19 é composta por cinco volumes interligados, de formas variadas. Que sonho!

Um pouco de Boisbuchet: O Chateau Domaine de Boisbuchet foi construído sobre uma colina com vista para o rio Vienne. Esta mansão do século 19 é composta por cinco volumes interligados, de formas variadas. Que sonho!

O tema de 2014 é: “O natural e o artificial”.

As atividades acontecem entre junho e setembro, onde os destaques da arquitetura e design podem compartilhar dos seus processos criativos com os alunos, em oficinas práticas, desenvolvidas para os cursos em Boisbuchet. E um intenso período de pesquisa, intercambio e interação, neste ambiente inspirador. As oficinas tem o apoio do Vitra Design Museum e do Centro Pompidou (aquele mesmo, lindissimo, de Paris), e são realizadas pela CIRECA (Centre Internationalde Recherche et d’ Éducation et Culturel Agricole), e os programas são certificados pelo governo frances. Os cursos são muitos, e com uma galera forte do design e arquitetura no eixo Europa-Asia, duram 7 dias e custam em torno de 1.300 euros com acomodação. Tá pintando uma vontadezinha de fazer um curso desses… Pay Pal tá bem ali me convidando a me inscrever!!! Hummmmmmmmmm…

Por Aline Araujo

 

Submit a Comment

Or