Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

ame arquitetura | April 22, 2019

Scroll to top

Top

No Comments

Almoço no Pão de Açucar | Cota 200

Almoço no Pão de Açucar | Cota 200
amearquitetura

 

Existem programas que, por vivermos na cidade, nunca fazemos. Eu sou carioca, nascida, criada moradora do Rio de Janeiro. Minha filha tem sete anos e ainda não foi ao Cristo. Porém, um novo programa bacana surgiu no alto do cartão postal brasileiro mais comentado no Trip Advisor: almoço ou jantar no Morro da Urca, o primeiro dos dois morros que constituem o Pão d Açucar, em um restaurante com capacidade grande, porém com um atendimento excelente e preço para brasileiro ver. E, o melhor, garante um programão, que é pegar o bondinho e ter a vista de toda a Baía de Guanabara, Niterói e do Cristo também!! Fui nas férias da Manu, em julho de 2015, e virei habitué. E acho o máximo restaurantes em cartões postais, como o Le Jules Verne em Paris, dentro da Torre Eiffel – tem post aqui do Jules Verne!!


Vista extraordinária do Cota 200, no Morro da Urca - Pão de Açucar. Foto: MCA Estudio

Vista extraordinária do Cota 200, no Morro da Urca – Pão de Açucar. Foto: MCA Estudio


 

O nome do restaurante, Cota 200, vem da expressão arquitetônica que delimita medidas, e revela sua altura: exatos 200 metros acima do mar. O projeto, assinado pelo escritório Mac & Godinho Arquitetura, foi conceituado buscando trazer a magnífica paisagem do seu entorno que descortina a Baia de Guanabara para dentro de seus salões. Com pé direito duplo e fechado verticalmente por imensos painéis de vidros duplos, e cobertos por estrutura metálica tencionada por cabos de aço, proporciona a visão 180º do alto do Morro da Urca. É super futurístico.


Vista do restaurante para o Cristo Redentor

Vista do restaurante para o Cristo Redentor


Frente à porta principal, dividindo o ambiente, estrategicamente, se encontra um bar revestido de espelhos que flutua no piso em tons de branco, preto e madeira. As luminárias presas na membrana e os lustres de pétalas de vidro parecem flutuar.


Entrada do restaurante. Foto MCA Estudio

Entrada do restaurante. Foto MCA Estudio


O mobiliário segue a linha moderna com cadeiras confortáveis e mesas com espaço generoso para a degustação.A adega toda em vidro, com estrutura de metal e laca preta foi projetada para acomodar mais de 700 garrafas de vinhos. A cozinha, equipada com o que há de mais moderno, é separada do salão por um vidro. Assim, o cliente pode acompanhar o processo de elaboração do menu. Manu adora ver a agitação da cozinha e preparo dos pratos, adoramos restaurantes assim.


Ambiente interno: contraste entre a tecnologia e a natureza

Ambiente interno: contraste entre a tecnologia e a natureza


O chef Luiz Edu Castro criou um cardápio variado, que expõe sua ousadia e experimentações com ingredientes brasileiros pouco conhecidos do grande público. Destaque para a excelência na execução e o frescor dos alimentos. “Cada região do Brasil possui sua peculiaridade. Optei por insumos que fazem parte da nossa cultura, mas não são tão familiares, pois o restaurante está localizado em um dos pontos turísticos mais visitados do mundo, tanto por brasileiros como por estrangeiros”, comenta Luiz.


Palmito recheado de entrada! Delicia.

Palmito recheado de entrada! Delicia.


No menu, chamam atenção pratos como a salada de camarões tropical com tartare de frutas e rúcula selvagem, servido como entrada. Para o principal, as sugestões são o cherne mediterrâneo com sautée de aspargos, batatas assadas, tomate e azeite de ervas; e o atum selado com gergelim com lasanha de vegetais e molho de uva. Para aqueles preferem carnes suculentas, as dicas são a picanha de sol com aipim cozido regado na manteiga de garrafa, feijão verde e banana da terra assada; e a barriga de porco confitada com purê de batata doce, repolho roxo com uvas passas e molho de rapadura.


Picanha de Sol grelhada e fatiada servida com feijão de corda, aipim cozido na manteiga e banana da terra Foto:Tomas Rangel

Picanha de Sol grelhada e fatiada servida com feijão de corda, aipim cozido na manteiga e banana da terra.
Foto:Tomas Rangel


Camarão e risoto

Camarão e risoto


AtumSelado com lasanha de vegetais e molho de uva Foto: Tomas Rangel

Atum Selado com lasanha de vegetais e molho de uva. Foto: Tomas Rangel

 


E, de sobremesa, Morro da Urca, cremoso de caramelo e amoras frescas, bavaroise ao perfume de cointreau, creme de caramelo e flor de sal, e biscuit de laranja; a taça diet de coco; e a caipiríssima, um dos grandes destaques do cardápio. Luiz Edu Castro deu uma nova roupagem para a tradicional caipirinha. O doce, preparado com gelatina de cachaça, quindim e soverte de limão, chega à mesa em um clássico copo de bar.


Doce de coco em leito de banana - delicia tipicamente brasileira.

Doce de coco em leito de banana – delicia tipicamente brasileira.


Com uma adega com mais de 200 rótulos, o Cota 200, dispõe de vinhos renomados de diversas nacionalidades selecionados atentamente pelo sommelier João de Souza. A carta de drinques também merece atenção. Assinada por Davi Cavalcante, também destaca sabores brasileiros, como o Pitanga Dodan, com vodca, cointreau, pitanga, limão, açúcar demerara, flor de sal. Meus preferidos são o Gaia, com espumante, xarope artesanal de cupuaçu e  o Praia Vermelha, que leva cachaça, melancia, água de coco, syrup artesanal de capim limão, alecrim.


Sobremesas: caipiríssima de quindim servido com gelatina de caipirinha e raspas de limão. Foto: Tomas Rangel

Sobremesas: caipiríssima de quindim servido com gelatina de caipirinha e raspas de limão. Foto: Tomas Rangel


Para os clientes que fazem reserva, o acesso via Bondinho ao Morro da Urca já está incluído.


A turma da OliOli a convite do Cota 200 para um almoço de confraternização!! Bondinho incluído, claro... E acredita que queriam me convencer a morar em SP olhando para essa vista?

A turma da OliOli a convite do Cota 200 para um almoço de confraternização!! Bondinho incluído, claro… E acredita que queriam me convencer a morar em SP olhando para essa vista?


 

Serviço

Cota 200 Restaurante – Av. Pasteur, 520, Urca – Rio de Janeiro. Capacidade: 210 lugares. Tel: 2543-8200. Domingo, segunda e terça das 12h às 20h. Quarta, quinta, sexta e sábado das 12h à meia noite. C.c: todos; C.d: todos; Cartões de refeição: não; Moedas estrangeiras não são aceitas e cheques mediante comprovante de identidade. www.cota200restaurante.com.br


Aproveitem, que essa dica é de insider!!!  Do Rio para quem é do Rio.

Beijos,

Aline Araujo

 

Submit a Comment

Or