Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

ame arquitetura | August 25, 2019

Scroll to top

Top

No Comments

Vitrine: vai resistir?!

Vitrine: vai resistir?!
amearquitetura

Olá, queridos leitores do nosso blog! Esse post já estava na minha cabeça faz um tempo. E nao é porque hoje é sabado e final de semana. Tambem não é porque sou mulher, e como qualquer mulher gosto de olhar qualquer vitrine pelo mundo 😉 Mas porque em nosso blog escrevemos sobre todos os tipos de decoraçao e design. E produzir uma vitrine bem feita, chamativa e que vende horrores é realmente é uma arte a parte. Arte esta que exige varias habilidades e conhecimentos por parte do vitrinista. Como em qualquer cenografia, o vitrinista deve, em um espaço, mostrar a quem passa pela loja um turbilhão de informações, desde o produto em si, como o estilo, a adequação ao clima que estiver fazendo nas cidades, a inspiração das coleções, enfim… As marcas com vários pontos de venda, por exemplo, devem criar uma identidade própria… E tudo isso quem deve organizar, pensar e colocar em prática, é o vitrinista.

Hoje em dia, com a expansão dos e-commerce e negocios digitais surgiu o termo “vitrine digital”, que está cada vez mais sendo disseminado. Porém a vitrine física, do ponto de venda, ainda é a que consolida melhor a marca e, muitas vezes, proporciona a “venda por impulso”. Além disso, as vitrines mudam a cara dos shoppings, ou mesmo das ruas, já que apresentam mudanças de acordo com as estações ou outras necessidades.

As vitrines de lojas em shoppings ou de lojas de rua são aliadas poderosas na hora de convencer clientes a buscar no interior das lojas mais informações sobre osprodutos, e uma coisa leva a outra… Quantas vezes entramos em uma loja para comprar um casaquinho porque esfriou e saímos de lá com meia dúzia de sacolas?? Para alguns lojistas e vendedores, a hora de montar a vitrine é um verdadeiro pesadelo. Muitas dúvidas surgem neste momento e a insegurança tira o sossego de quem está com a responsabilidade de “convidar os clientes a entrarem na loja”. Por isso surgiu a profissão do vitrinista: pessoa que é resonsavel so por essa parte de loja, que estuda isso e pesquisa o assunto. E um bom vitrinista é um achado no mercado, além de ser muitissimo bem pago, porque quando a vitrine é bem feita em todos os sentidos, pode gerar numeros astronomicos nas vendas.

Não adianta ter peças ou produtos lindos nas lojas se não estão expostos da forma adequada e é para isso que existe a vitrine, para que vejamos os itens expostos e possamos nos sentir interessados em fazer uma compra. Uma vitrine bem decorada chama atenção para os produtos, cria uma noção de credibilidade e é sempre convidativa.

Existem três tipos de vitrines que são classificadas de acordo com a posição nas quais se encontram;

  • Vitrine frontal é a que fica na frente da loja e pode ser chamada de vitrine de rua, mesmo que esteja em galerias e shoppings.
  • Vitrine de trânsito: a que fica no interior da loja, as quais você vai entrando e sendo conduzido ao interior da loja ou para area de grande movimento.
  • Vitrines centrais são internas e que tenham uma visualização completa do produto.

  Iluminação da vitrine Independente do que for fazer, dê atenção especial à iluminação da vitrine. É um fator importantissimo! Quando bem projetada, ela desempenha um papel fundamental, sendo capaz de criar um ambiente agradável, atraindo os olhares de quem passa por sua loja – realçando o produto em exposição. Antes de decorar a vitrine de sua loja, é preciso levar em conta se a vitrine está bem iluminada, de forma que chame a atenção. Muitas vezes, as luzes não são tão boas ou não estão na posição correta e deixam sombras. As luzes amareladas são as mais usadas na decoração de vitrines de lojas em shoppings ou para serem ligadas no período noturno. As luzes do tipo dicroica são as melhores e mais usadas por vitrinistas profissionais pela tonalidade de luz que emitem, um amarelo intenso que parece luz do sol mas não tão forte, ressaltando as cores de tecidos e objetos. O branco é uma tonalidade de luz forte e por isso, não é indicado para vitrine, a menos que seja em vitrines altas em que a iluminação não se concentre em apenas um objeto, entre manequins, por exemplo. Quanto à posição das luzes, vai depender bastante de como os objetos estão dispostos na vitrine e de que tamanho eles são. Se forem manequins de roupas, uma iluminação de cima para baixo é a ideal. Já falando em sapatos ou produtos pequenos, usa-se uma iluminação em pontos laterais ou abaixo dos mostruários. Já em objetos para o lar, quando mais espaçados e em maior quantidade as lâmpadas estiverem melhor.  Em um vestido para noiva, por exemplo, a luz branca é a mais indicada e de alta intensidade para ressaltar os detalhes da peça.

 

 

Como escolher o expor na vitrine?

Selecione muito bem o que chamará atenção das pessoas que passam pelo seu estabelecimento. Nada de colocar a coleção completa que acabou de chegar na sua loja; opte por poucos itens mas que sejam eficientes para incitar a venda. Não coloque todos os produtos tão expostos assim: isso só causa uma confusão na imagem da vitrine. Ao contrário, coloque poucos objetos, mas que sejam em destaque. Limpeza visual, clareza e simplicidade, apenas incitando a curiosidade do cliente para que ele busque mais itens no interior do estabelecimento. Fato!!

Mas jamais deixe um manequim sem itens ( a nao seja o sale com uma ideia inivadora!) ou um grande espaço vazio, mostrando descuido com a sua loja, não é bom para o marketing da empresa. Faça uma combinação de modo que o que está sendo comercializado esteja perfeitamente casado com o momento, com o contexto. Faça uma combinação de modo que o que está sendo comercializado esteja perfeitamente casado com o momento, com o contexto. Pesquise em revistas de moda o que está em alta! Não é legal trocar todos os dias, aparenta insegurança do empreendedor ou departamento de marketing.

 

Falando das grandes marcas globais e redes de lojas de departamentos, a vitrine geralmente reflete a campanha de marketing atual da marca, faz parte de identidade visual da campanha e de incentivo de vendas. Todos os grandes nomes de criação (seja moda ou design ou outros segmentos) geralmente colaboram com criação de conceito das vitrines. Mas a profiçao de vitrinista ja se destacou em si no mundo de negócios, moda e decoração.

É realmente uma arte a parte!

 

Por Elena Korpusenko

Submit a Comment

Or