Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

ame arquitetura | April 6, 2020

Scroll to top

Top

No Comments

Brinquedoteca Morar Mais RJ 2013

Brinquedoteca Morar Mais RJ 2013
amearquitetura

A primeira impressão que tive ao chegar no segundo andar do casarão em que a Mostra Morar Mais ocupou em 2013, foi de encantamento. Te vem na cabeça todas aquelas idéias que sua mãe solenemente dizia ser “coisa de maluco”. Casa na árvore?? Neeem pensar! No máximo um balanço feito com pneu. Então entramos na Brinquedoteca de Fernanda Pizarro e Isabela Azambuja, e nos perdemos nos detalhes simples e lúdicos que fazem as crianças criarem um mundo a parte. Elas transformaram o espaço, que é dificil de trabalhar por causa do formato (sei bem porque ano passado participei da Mostra como convidada para idealizer o Espaço Correios).

 Casa da arvore (2)

A “casa na árvore” fica um pouco acima do chão, o suficiente para formar uma rampa (qual criança não ama descer correndo rampas, sejam elas de qualquer tamanho?). A iluminação com pequenas lâmpadas combinadas com florzinhas, treliça no teto em diferentes alturas dão movimento e graça ao ambiente, porque nos remetem ao campo, casas de fazenda em que as crianças brincam meio a gaiolas guardadas em quartos enormes com pé direito altissimo…

Casa da arvore (8)

E então vamos caminhando pelo espaço e descobrindo cores, cadeiras presas a parede para ocupar menos espaço, almofadas e bonecos de pano coloridos, bandeirinhas em tecido estampado ou listrado para enfeitar, paredes adesivadas com motivos de floresta para dar a ambientação para a casa na árvore… Mistura de caixotes coloridos que arrumam e ao mesmo tempo enfeitam as paredes e, no chão, ao alcance dos pequenos, baldes com brinquedos. Acredito que as arquitetas tenham seguido o estilo Montessoriano de decorar, onde tudo é feito de acordo com a altura e as necessidades da criança, estimulando a independencia e o prazer em brincar.

 foto 5 (4)

Com o intuito de sustentabilidade da Mostra, as arquitetas buscaram inovar ao reaproveitar as grades de proteção dos ventiladores como nichos. Deu, e dá muito certo, na minha opinião, não como nicho em si porque fica dificil ser algo em que você coloque um objeto, mas da maneira que foi colocado na brinquedoteca ficou como um enfeite de parede porque tambem interage com o espaço. Eu gostei mais da idéia dos nichos amarrados com cordas, ficou dinâmico e divertido.

 

 

foto 3

 

Por fim, o pequeno varal para se pendurar as obras de arte feita pelos pequenos artistas, a bancada e mesa baixa branca ajudam na organização das brincadeiras e trabalhinhos. Cadeiras de diferentes cores e formatos combina com o resto da decoração super colorida. Dá vontade de voltar a ser criança e passar horas vivenciando as experiencias desse mundinho a parte.

 

 

Muito lindo e encantador!

 

 

Submit a Comment

Or