Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

ame arquitetura | July 22, 2019

Scroll to top

Top

No Comments

Entrevista com Sandro Schuback | Morar Mais

Entrevista com Sandro Schuback | Morar Mais
amearquitetura

 

Há cinco anos participo do Morar Mais, no Rio de Janeiro, e sou grande fã do evento. Os participantes estão cada vez mais focados em transformar seus ambientes em uma inspiração possível para ser aplicada em suas casas. É um evento de vanguarda, que sempre se preocupou com a sustentabilidade e inclusão social.


Estudio da Blogueira no Morar Mais 2014 - premiado na categoria Tecnologia e Inovação da Mostra

Estudio da Blogueira no Morar Mais 2014 – premiado na categoria Tecnologia e Inovação da Mostra


Planta Baixa, setorizando os móveis e alguns adornos.

Planta Baixa, setorizando os móveis e alguns adornos.


Tem mais detalhes do projeto Estudio da Blogueira neste post aqui.


O Morar Mais tem se destacado por dar oportunidade a talentosos designers de interiores e arquitetos que estão ingressando no mercado e também por lançar produtos e consolidar marcas. Com todos estes “ingredientes” reunidos em um mesmo espaço, muitos profissionais e fornecedores consideram que marcar presença neste modelo de mostra torna-se fundamental para quem busca se firmar no mercado, seja pela troca com os mais experientes ou pela proximidade dos fornecedores e prestadores de serviços.


Banheiro Masculino - Galeria de Arte para o Morar Mais 2015 - ambiente premiado na categoria nacional da Mostra.

Banheiro Masculino – Galeria de Arte para o Morar Mais 2015 – ambiente premiado na categoria nacional da Mostra.


O evento, que nasceu no Rio em 2004, expandiu seus horizontes através do licenciamento da marca para outras capitais brasileiras e, recentemente, para a Europa. Conversei com o sócio-diretor comercial SANDRO SCHUBACK sobre a primeira edição da Morar Mais por Menos fora do Brasil. Sandro foi um dos grandes incentivadores do meu trabalho, e é um diretor de visão para a Mostra. Em 2014, com o Estudio da Blogueira, tive meu ambiente premiado pela Tecnologia e Inovação. Em 2015 com os banheiros públicos, feminino e masculino transformados por mim e pela designer de interiores Aline Soares, recebemos o Prêmio de Melhor Banheiro na categoria nacional da Mostra Morar Mais. Esses incentivos cativam os participantes, que, alem do reconhecimento, se tornam parceiros dos fornecedores. Todos saem ganhando.


Entrevista com Sandro Schuback


 

O diretor comercial do Morar Mais, Sandro Schuback

O diretor comercial do Morar Mais, Sandro Schuback


Quais novas praças receberão o evento e em quais vocês desejam estar?


Estamos expandindo para Salvador, que, na minha opinião, é a terceira mais importante capital do mercado, também estamos expandindo para Porto Velho, cidade onde nunca teve qualquer mostra de decoração. Estamos negociando também a primeira unidade fora do Brasil, no caso Lisboa, de lá pretendemos expandir para a Europa.

Toda grande capital brasileira é um sonho para nós. Principalmente, as do sul, como Porto Alegre Curitiba e Florianópolis, que tem um mercado moveleiro mais sólido, com grandes indústrias. Aliás, Santa Catarina tem uma característica peculiar, pois tanto Balneário Camboriú como Florianópolis e Joinville tem condições de receber a mostra. Brasília, Recife e Fortaleza também tem grande expressão. Na verdade, quase todas as capitais brasileiras tem condições de realizar a mostra. Vitória, por exemplo, tem uma população de apenas 400 mil habitantes oque demonstra que qualquer capital com população igual ou maior que vitória pode receber o evento.


Como funciona a escolha dos licenciados?


Primeiro, acho importante ressaltar que o período em que vivemos despertou o lado empresarial de muitas pessoas. Quanto ao perfil ideal do licenciado, embora dificilmente alguém reúna todas as todas as características necessárias, acredito que as mais importantes sejam: ter uma relação próxima com o segmento da arquitetura e decoração local; ser bom  negociante; atuar no mercado de comunicação ou publicidade; ter experiência na realização de eventos. Mas, caso o candidato não se encaixe em todas, nada impede que ele se associe a outra pessoa, muitos arquitetos tem o hábito de nos procurar.


Quais trabalhos relevantes você citaria ao longo destes anos?


O projeto Vivência Profissional realizado pelo SENAC, onde estudantes de design de interiores elaboraram projetos para a mostra em conjunto com profissionais que já atuam no mercado; o projeto de convergência setorial desenvolvido pelo SEBRAE provou que, em conjunto, diversas indústrias podem se unir para criar novos produtos, como foi o caso de uma mesa desenvolvida por uma indústria de aço em parceria com uma de vidro. As exposições de novos talentos em design promovidas pelo SENAI moda e design e secretaria de desenvolvimento do Rio de Janeiro. O desafio lançado pelo SENAC para que estudantes customizassem uma cadeira simples também foi incrível. Fora isso, a cada nova edição sempre nos surpreendemos com customizações marcantes, projetos de sustentabilidade e brasilidade.

Além disso, quando o Morar Mais surgiu, todo o mercado se comunicava com a decoração do luxo. Depois, vieram as revistas voltadas para a classe C. Não que este seja nosso posicionamento. Mas o mercado passou a se dar conta que havia um grande público ávido por decoração de qualidade e até sofisticada a preços mais acessíveis. Quanto aos arquitetos, eles também perceberam este movimento e passaram a atender um novo público: jovens que curtem design, tem um orçamento de certa forma restrito e estão comprando seu primeiro apartamento, com área de até 150 metros.


Gostaram da entrevista? Vamos fazer muitas mais! Mal posso esperar pela edição Morar Mais em Lisboa!

Beijos,

Aline Araujo


Notas:

Sandro Schuback é formado em administração de empresas pós graduado em mercado financeiro e é o responsável pela expanção do morar mais pelo Brasil e exterior para contato: comercial@morarmais.com.br ou 21 22745815

 

Submit a Comment

Or