Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

ame arquitetura | November 15, 2018

Scroll to top

Top

No Comments

OliOli Experience | Day Five

OliOli Experience | Day Five
amearquitetura

Dias intensos em Milão e, embora seja muito pouco tempo, parece que estamos há semanas na cidade!! Nosso último dia também foi super agitado! Queríamos fazer o que restava para ver no Fuori Salone, e se sobrasse tempo… Comprinhas, porque ninguém é de ferro, verdade?


O dia começou com um super café da manhã no Hotel Bulgari para a Equipe OliOli! O exclusivo hotel de luxo fica ao lado do Jardim Botânico de Milão, perto da Via Montenapoleone. Chegamos e fomos recebidos no jardim, enquanto organizavam nossa mesa. Como estava um dia mais frio, preferimos sentar no interior, rodeados pelo design sofisticado do escritório do arquiteto Antonio Citterio.


Salão do restaurante do Bulgari Hotel

Salão do restaurante do Bulgari Hotel


Arquitetura do Bulgari Hotel and Resorts Milan


Área externa do Bulgari Hotel & Resorts Milan

Área externa do Bulgari Hotel & Resorts Milan

No início de 2001, a Bulgari criou uma joint venture com a divisão de luxo da Marriott International, que também administra a empresa Ritz-Carlton Hotel L.L.C., para lançar uma nova marca de hotéis de luxo, a Bulgari Hotels & Resorts.


Delicia de café da manhã com Ale, Duda e Marcos no Bulgari Hotel de Milão.

Delicia de café da manhã com Ale, Duda e Marcos no Bulgari Hotel de Milão.


Aberto em 2004 e ocupando um edifício do século XVIII e preserva as características arquitetônicas da fachada, com acréscimo do design de Antonio Citterio & Partners. O interior do hotel boutique é elegante e contemporâneo, contrastando com o edifício em si. Por ser um hotel vindo do ramo da joalheria, o Bulgari usa materiais preciosos em seus revestimentos, como o mármore preto Zimbawe, e revestimentos como Vicenza, Aphyon turco, Teca, Durmast e Carvalhos que compõe do design italiano de Citterio.


Lounge sofisticado do Bulgari Hotel em Milão

Lounge sofisticado do Bulgari Hotel em Milão


Com 58 quartos, o cinco estrelas combina luxo, conforto, e design contemporâneo com mobiliário italiano (claro né?), materiais raros e preciosos aliados à tecnologia moderna. Para quem pode… 😉 E quem quiser conhecer, indico o brunch ou jantar no restaurante, que é uma delicia e nos permite sentir a atmosfera do lugar. É muito agradável a ambientação e toda a natureza no entorno. Lindo!


egg benedict no bulgari brunch ame arquitetura

Eggs benedict no nosso café da manhã delicia!

 

 

Depois deste break, seguimos direto para o Spazio Rossana Orlandi, que é um must see de todos os anos no Fuori Salone (já expliquei um pouquinho sobre o Fuori em um post, para acessar, clica aqui). Rossana Orlandi é uma das damas do design italiano, na verdade Rossana é designer de moda, cresceu no campo, fora de Milão, mas tem o charme descomunal de uma dona de boate, a atitude up-for-it de um adolescente, a unidade de uma gritadeira e o comando de uma rainha. Rossana em si é um must meet, o que acontece com frequência para quem visita o Spazio Ro.


Spazio Rossana Orlandi


Portão em ferro na entrada do Spazio Rossana Orlandi

Portão em ferro na entrada do Spazio Rossana Orlandi


Seu pico de visitação acontece durante o Salone Del Mobile di Milano, sendo o must see do FuoriSalone

Seu pico de visitação acontece durante o Salone Del Mobile di Milano, sendo o must see do FuoriSalone


 

Fica em uma antiga fábrica de gravatas que possui muitos propósitos: é um escritório, uma galeria de design contemporâneo sofisticado, uma loja confusa para bric-a-brac, e um must-see vitrine durante o Salone del Mobile, quando os conhecedores de design internacionais visitam com sede de novidades que só Rossana consegue buscar meio a tanto o que o design – principalmente milanês – oferece.


Exposição Sé - Stay Armchair de Nika Zurpac foi a que mais gostei! Quero na minha casa.

Exposição Sé – Stay Armchair de Nika Zurpac foi a que mais gostei! Quero na minha casa.


Inaugurado em 2002, o Spazio Ro reflete o trabalho de caça talentos de Rossana. Quem a conhece bem sabe que seu telefone toca a cada minuto, com um designer querendo mostrar seu trabalho. A maneira que o Spazio funciona, seus fluxos, é desconcertada. São alguns prédios, onde podemos entrar e sair, chegando a pátios abertos, repletos de folhagens. É também, um dos mais agradáveis FuoriSalone, e não deixo de ir todos os anos. Li em uma entrevista de Orlandi a J.J. Martin que a designer teve sua opção de carreira atrasada, antes voltada para o mundo da moda:  “Os designers de produtos são muito melhores que os designers de moda.” – Palavras dela!!


Mais um pouco da Sé no Spazio Rossana Orlandi - candy colors em alta tendência por Milão.

Mais um pouco da Sé no Spazio Rossana Orlandi – candy colors em alta tendência por Milão.


A Galeria de Orlandi se tornou um palco internacional para jovens designers desconhecidos é, como disse, um tanto quanto desorganizado e faz parte floresta encantada, sem sinalização alguma. Escondido atrás de uma grande porta de madeira arqueada, passando por um edifício de apartamentos até chegar ao pátio central do espaço que, dependendo da época do ano, é ou amontoados como um ferro-velho com as pilhas de móveis ou tecido, ou amarrados com as luzes do jardim e pronto para receber centenas de convidados.


Tendências 2016: design curvilíneo, metais em dourado fosco ou red gold e veludo.

Tendências 2016: design curvilíneo, metais em dourado fosco ou red gold e veludo.


No Spazio Ro podemos ver coleções de designers como Nacho Carbonell, Maarten Baas e Piet Hein Eek misturados a peças excêntricas de estilistas emergentes. Para o Salone deste ano, ela descobriu o trabalho do designer italiano Damiano Spelta e dos designers internacionais Marjan Van Aubel e Umzikim. Ela também reabriu o restaurante ao lado em sua galeria e rebatizou de Marta. Não experimentei… Fica para 2017!!


Eu fazendo foto do vaso no Spazio Rossana Orlandi, flagra da Eduarda Santos do Casa Casada. Grazie mille Duda.

Eu fazendo foto do vaso no Spazio Rossana Orlandi, flagra da Eduarda Santos do Casa Casada. Grazie mille Duda.


Continuando nosso FuoriSalone, o time OliOli seguiu para a Moooi (eu já havia ido rapidamente, no day three, mas quis ver com mais calma e com minha partner Duda para fazermos fotos lindas!). A Moooi sempre revoluciona no FuoriSalone! A empresa possui uma das maiores bocas de impressão para tapetes do mundo e usa estes tapetes como background dos ambientes expostos. É de ficar babando!!!

Meu ambiente preferido na Moooi

Meu ambiente preferido na Moooi


Moooi


 

Moooi: tapetes, iluminação e mobiliário feito por culto ao amor e a beleza.

Moooi: tapetes, iluminação e mobiliário feito por culto ao amor e a beleza.

Em seu quarto ano de FuoriSalone, a empresa internacional de design usou o espaço de 1.700 metros quadrados na Via Savona para expor peças atemporais e novas instalações artísticas, e novos desenhos dos seus tapetes.


Amei a padronagem desse sofá.

Amei a padronagem desse sofá.


Por mais de dez anos Moooi inspirou e seduziu o mundo com projetos de produtos inovadores. Fundada em 2001 por Marcel Wanders e Casper Vissers, Moooi é um nome nativo holandês que significa bela – o terceiro ‘o’ representa um valor extra em termos de beleza e singularidade.
O estilo de coleções é exclusivo, ousado, brincalhão, requintado e baseado na crença de que o design é uma questão de amor – isso eu também acho, então AME.



A Moooi produz objetos atemporais da beleza, unindo a singularidade eidentidade de antiguidades combinados com o frescor dos tempos modernos. Esta fusão faz a marca se concentrar na produção de objetos icônicos. Uma mistura de móveis, iluminação e design de acessórios que definem a personalidade da nossa casa com um toque extra de criatividade. Eu acho demais, é meu must have bebem longe…


Esse sofá é tudo de bom! Em veludo, com a barra fluida, e nas cores do momento: azul e vermelho.

Esse sofá é tudo de bom! Em veludo, com a barra fluida, e nas cores do momento: azul e vermelho.


 

Os projetos deste ano são de Lorenza Bozzoli, Paul Cocksedge, Tricia Guild, Klaus Haapaniemi, Ross Lovegrove, Maison Christian Lacroix, Arihiro Miyake, Bertjan Pot, Umut Yamaç, Edward van Vliet, e, obviamente, o despojado Marcel Wanders – que vive no Bar Basso e tive o prazer de conhecer pessoalmente (Nota da fofoca: Acho que Wanders não troca de colete, esteve todos os dias no Basso com a mesma roupa). Entre muitas novidades, sofás colocados de lado, luminárias origami, móveis com design arrojado… É muito o que ver por lá!


Moooi iluminação: geometria pura!


Enquanto isso, vários whatsapps foram chegando dos meus amigos Andrea Costa do D&D Shopping, Bruno Antonaccio da Deca e Fran Abreu da Brazil S/A. Nos reunimos na Zona Tortona e lá fui eu novamente ao Superesudio, outro must see da Feira. Embora o tempo seja curto para ver tudo, ter a oportunidade de visitar duas vezes o mesmo lugar nos faz ver aquilo de maneira diferente e isso é muito interessante. Quando visitamos a primeira vez, damos de cara com o inesperado. Já na segunda, temos uma imagem do que vimos na nossa cabeça, então nosso cérebro busca por novidades, e acabamos vendo além de uma primeira impressão.


Bruno Antonaccio - da Deca, Andrea Costa do D&D Shopping e Fran Abreu do Brazil S/A comigo em Milão! Que honra ter amigos como eles.

Bruno Antonaccio – da Deca, Andrea Costa do D&D Shopping e Fran Abreu do Brazil S/A comigo em Milão! Que honra ter amigos como eles. #snapsave


Superestudio


O SuperDesign Show, que continua e incorpora o sucesso do projeto anterior do Superstudio (O Museu temporária para Novo Design), é a primeira parada para quem visita visita o Tortona District. São 17.000msq de espaço expositivo, projetos temáticos, instalações museu-like, pavilhões nacionais, exposições independentes ou coletivos de grandes empresas consolidadas como a Citizen, mas também as empresas inovadoras e jovens, em fase de arranque, de auto-design e todas as outras tendências do morar e habitar.


Em ano de Eurocuccina, os destaques vão para os acabamentos em red gold.

Em ano de Eurocuccina, os destaques vão para os acabamentos em red gold.


O tema deste ano foi Páginas Brancas, que implica a escrever juntos as palavras-chave do mundo de amanhã. Um convite para trazer a exposição não só objetos ready-to-use e propostas, mas também projectos futuristas e experimentais e “narrar”-los ao público com palavras e instalações em uma “página branca” imaginária dentro de seu próprio espaço.


Para colorir esta página em branco, a instalação que mais gostei foi a de Paola Navone: Colors! Em várias tendas, a designer usou uma inspiração e apenas uma tonalidade de cor. Ficou repleto de sentimento, e surpresa para quem entrava em cada uma. Gostei muito.


Restaurante lindo, parece uma chácara e gastronomia incrível. Adoro!

Restaurante lindo, parece uma chácara e gastronomia incrível. Adoro!


Bateu a fome e fomos no meu restaurante preferido da Zona Tortona. Uma graça de lugar, repleto de flores e dentro de uma construção que mais parece uma casa de campo.


Mesa posta no Al Fresco, meu restaurante preferido no Tortona Distric

Mesa posta no Al Fresco, meu restaurante preferido no Tortona Distric

Tanto no mobiliário quanto na área externa, o Al Fresco é um lugar para ficar horas batendo papo com os amigos. Foi um almoço super agradável, e sem celular!! Que coisa boa, deixei o meu carregando, e conseguimos eu, Andrea, Bruno e Fran (Ale, Duda e Marcos da OliOli seguiram para o centro de Milão), conversar sobre… Design!! Não tem jeito, como diz Cristina Alho: O design une! Voltando ao Al Fresco, fiz um post completinho com cardápio e tudo aqui!


 

Andrea, eu, Fran e Bruno numa pausa para falar de... design! Tudo bem, a gente ama o que faz mesmo!

Andrea, eu, Fran e Bruno numa pausa para falar de… design! Tudo bem, a gente ama o que faz mesmo!


Brownie orgânico de chocolate só para dar água na boca...

Brownie orgânico de chocolate só para dar água na boca…


Logo ao lado, na Via Tortona, visitamos o Rio+Design, um pouquinho de Brasil em Milão!! Com peças de Guto Indio da Costa, Zanini de Zanine, Mario Fiorini, entre outros. Pasamos também na Lexus Experience e Axus, além de outros lugares lindos do FuoriSalone e que são quase anônimos, mas pertinentes.


Lexus experience no FuoriSalone da ZOna Tortona

Lexus experience no FuoriSalone da ZOna Tortona


Caminhamos horas pelo distrito da Tortona até chegar ao metrô. Fizemos uma tentativa de obra de arte com latinas de refrigerante, inspirados por tudo que vimos, mas não deu muito certo e acabou no lixo! Mas, tudo bem… Chegamos ao centro histórico de Milão são e salvos, com a bênção do Duomo di Milano – a maior catedral gótica do mundo. Quem quiser saber dicas de Milão para o ano todo, ve este post aqui, tem um roteiro histórico da cidade.


Piazza Duomo, com o Duomo di Milano na lateral e a Galleria Vittorio Emanuele ao fundo

Piazza Duomo, com o Duomo di Milano na lateral e a Galleria Vittorio Emanuele ao fundo

Passadinha rápida na nova loja de departamentos perto do Duomo e, finalmente: compras para a Manu!! Gente, quando temos filhos, nem pensamos em comprar para nós… Só para eles, e estando em viagem então, a saudade é tanta que precisamos ter algo bem legal para agradar na volta para casa!! Eu, a Dea e o Bruno temos pequenos, então fomos felizes para a Disney Store, ao lado da Galleria Vittorio Emmanuele.


Me despedi dos amigos e segui correndo para o Hotel! Consegui tomar um bom banho, e relaxar na volta para casa…


Em especial agradeço a todo o time da OliOli, tanto no Brasil quando meus companheiros (excelentes) de viagem: Alessandra Olivastro, Eduarda Santos (Casa Casada) e Marcos Marcello. Foi um convite muito gentil da parte da equipe OliOli, e que enriqueceu muito minha vida e as experiências de designlifestyle. Obrigada de todo o meu coração.

Beijos,

Aline Araujo

 

Submit a Comment

Or